Seminário Internacional: Building Resilient Communities – Youth Work at Municipality Level during COVID-19 times

No âmbito da celebração dos 10 anos da Braga 2012 – Capital Europeia da Juventude, a Dypall em parceria com o Município de Braga, está a organizar entre 21 e 26 de março um Seminário Internacional sob o tema:Building Resilient Communities – Youth Work at Municipality Level during COVID-19 times. A abertura dos trabalhos de hoje contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Braga, Dr. Ricardo Rio, que deu as boas as vindas aos mais de 70 participantes vindos de diferentes pontos da Europa.


São muitos os desafios que os jovens enfrentam, criados, também, pela situação pandémica que atravessamos ao longo dos dois últimos anos e que tornou reféns os nossos jovens de muitas coisas. É importante envolve-los na criação de algumas das soluções que as organizações pretendem trabalhar, pois são parte ativa e interessada no futuro que estamos a construir.


Ao longo deste dia foram vários os representantes de organizações que marcaram presença como @eucoeyouth, @the_oecd, @european_youth_eu, Instituto Português do Desporto e Juventude, CNJ – Conselho Nacional da Juventude, Nova SBE, FAJUB – Federação das Organizações Juvenis do Distrito de Braga e a Juventude Cruz Vermelha em que puderam partilhar as suas boas práticas e a sua visão sobre o impacto que a pandemia COVID-19 teve na população jovem e quais os desafios decorrentes desta situação. Das muitas intervenções foram realçadas preocupações, mencionados por jovens em alguns estudos já realizados, com a saúde mental. As organizações devem estar preparadas para conseguir fazer frente às necessidades e expectativas reais e atuais dos seus jovens.

Os oradores convidados identificaram, também, a necessidade de capacitar os jovens trabalhando a cooperação mútua entre as partes interessadas, a o papel do mundo digital e a resposta que as instituições estão a dar para ajudar os jovens a enfrentar os principais desafios, como os próximos passos fundamentais para construir comunidades resilientes.


Sofia Alcaide, representante de uma organização loca,l identificou três desafios para os jovens que resultaram desta pandemia: a educação que se viu na necessidade de se adaptar, não permitindo que os jovens deixassem de ter acesso à aprendizagem, com aulas on-line; as novas formas de trabalho, nomeadamente o teletrabalho e a saúde mental que se gravou substancialmente. Estes são os desafios para o futuro que os jovens vão ter enfrentar e que as organizações terão que se adaptar e dar respostas.

#construindoresiliência #democracia #conferênciainternacional #juventude #tomadadedecisões #nívellocal #força #desafios #resiliência da juventude #comunidade #covid_19 #saúde #cooperação

X