França assume presidência rotativa do Conselho da União Europeia

Sabias que a 1 de janeiro a França assumiu a presidência do Conselho da União Europeia deixada pela Eslovénia e irá mantê-la até 30 de junho de 2022?

As prioridades da presidência francesa incluem:

– recuperação e fortalecimento da economia, para permitir à Europa apoiar as transições ecológicas e digitais

– força, para defender e promover nossos valores e interesses

– um sentimento de pertença, para construir e desenvolver uma visão europeia partilhada.

Se quiseres acompanhar a presidência francesa e as sus prioridades consulta tudo aqui https://presidence-francaise.consilium.europa.eu/en/

 

Mas o que é uma presidência rotativa?

O Conselho da UE não tem um presidente permanente (ao contrário da Comissão Europeia ou do Parlamento Europeu); em vez disso, os seus trabalhos são dirigidos durante seis meses pelo Estado-Membro da UE que exerce a presidência do Conselho. Após seis meses, outro Estado-Membro assume a presidência.

Durante esses seis meses, os ministros do governo desse Estado-Membro ajudam a definir a ordem de trabalhos do Conselho e presidem às suas reuniões nos vários domínios, facilitando igualmente o diálogo com as outras instituições europeias. Os três Estados-Membros que vão assumir a Presidência formam um «trio» ao longo de 18 meses, trabalhando em estreita colaboração. O atual trio é constituído por França (janeiro-junho de 2022), Chéquia (julho-dezembro de 2022) e Suécia (janeiro-junho de 2023).

 

 

X