Virtual ou real

A tecnologia, a internet, as redes sociais em geral ocupam um espaço cada vez mais importante nas nossas vidas, seria até impossível vivermos sem ela. É um facto incontornável.  No entanto, e como tudo na vida, é fundamental uma boa utilização.

Preocupante é quando nos afastamos do convívio e da partilha, do estar frente-a-frente com o outro, de poder perceber, ler, as suas expressões faciais. Pensarmos sobre nós próprios, nos nossos comportamentos é um exercício difícil, mas é a única maneira de nos consciencializarmos sobre quem realmente somos e do que precisamos para melhorar a nossa vida. É no convívio social e na partilha que te descobres, que ficas a conhecer os teus limites, os teus pontos fortes e as tuas fragilidades.  É no contacto social que aprendes a reconhecer as diferenças, e, muito importante, aprender a aceitá-las.  Ter amigos de “carne e osso” faz bem à saúde.

Celeste Peixoto
“Preciso dos meus amigos para saber quem sou” – Fernando Pessoa

X